domingo, 10 de junho de 2012

Espantalho (reciclagem)

Ontem a noite, me bateu um "siricutico de artesanato".
Senti uma necessidade imensa de criar. Eu já tinha em mente fazer um espantalho igual ao que vi em uma loja, mas de repente mudei de ideia. Não fiz um PAP do trabalho, mas vou descrever mais ou menos como fiz, tá?!


Essa é a carinha do meu espantalho. É feita com um fuxico grande de feltro branco, recheado com manta acrílica. Olhos e nariz de retalhos de feltro, e colados com cola quente. A boca fiz com linha e agulha, bordando em pontilhado, e terminando com um grande ponto cruz.
Os cabelos foram feitos de palha, e colados com cola quente.
Fiz o chapéu com um pedaço de juta, no mesmo tamanho que fiz o rostinho (medi com um prato raso de refeição). Medi quatro dedos da ponta para o centro, e pontilhei com um pedaço de fita de cetim fininha. Franzi com a fita para ajustar à cabeça. Fixei tudo com cola quente, e fiz bochechas com blush.

 O corpo foi feito com uma garrafa pet de dois litros, vazia. Coloquei areia até a metade dela, para fazer peso. Usei um retalho colorido para cobri-la, e colei com cola quente . 
O paletó, foi feito com um pedaço de feltro roxo, e unido com um pontilhado em linha branca, para dar um charme, e iluminar no trabalho. Recheei os braços e ombros com manta acrílica, e com cola quente, fixei palha no lugar das mãozinhas. Com um pontilhado, franzi e dei um lacinho na ponta dos braços.

 Vesti o paletó na garrafa, e colei as extremidades com cola quente. Para cobrir a tampa e gargalo da garrafa, cortei 8 folhas em feltro verde, e colei com cola quente. Logo em seguida, cobri a lateral da tampa com uma tira de retalho, e dei um laço, formando a gravata borboleta. Colei um pouco de palha em volta da tampa. Com uma boa quantidade de cola quente, fixei a cabeça do espantalho na tampa da garrafa pet.



 Na base da garrafa, usei cola quente para fixar um pouco de palha.


 A abóbora, foi feita com um fuxico de feltro, e com linha e agulha, fiz os gomos. Cabinho e folhas feitos com retalhos de feltro, e colados com cola quente.


 Detalhe do franzido do chapéu.


 Detalhes dos enfeites: Colei retalhos no paletó, e dois botões vermelhos, diferentes. Cortei pétalas em feltro, e franzi com linha e agulha. Colei o miolinho e fixei a flor no paletó, com cola quente.


Aí está meu espantalho, todo feito com retalhos, e aproveitando garrafa pet que ia para o lixo. 
Ele está prontinho para enfeitar um cantinho, o local onde estão as plantas, ou até mesmo uma mesa de festa junina!
Não é legal?

13 comentários:

  1. Eu adoreiiiiiiii, ficou lindo!
    Vc e sua criatividade, junto com o seu capricho, eu sabia que não seria diferente de um trabalho perfeito!
    Parabéns Boneca, tenho muito orgulho de vc, por ser essa pessoa tão especial.
    Te amodoro muuuuuuuuuito!
    Bjos
    Namaria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Namaria! Quero ser merecedora de todos esses elogios! Você é que é uma pessoa muito generosa! Também te amodoto muitão! beijokas

      Excluir
  2. Adorei seu espantalho....Parabens...

    ResponderExcluir
  3. Adorei seu espantalho...copie pra fazer pra minha netinha... Parabens...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vovó, quero ver depois de pronto, viu?!
      Beijokas em você e na Netinha!

      Excluir
  4. Que lindo, Suzy!!!!

    Também tenho siricutico de fazer essas coisas, mas..............não sei!!!! hahaha

    Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ciça, eu nunca fiz curso nenhum. Dá vontade e eu meto as caras...rss. Beijokas!

      Excluir
  5. Não sei se vc o criou, já imaginando uma finalidade para essa lindeza de espantalho (me é até difícil chamar de "espantalho" algo tão bonito e caprichado), mas usá-lo como um peso para segurar portas também fica legal, né? Muito fofo!!! Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. relmente fico muito lindo vou tentar fazer para o niver do meu filho obrigado por você nos ensinar

    ResponderExcluir
  7. AMEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII

    ResponderExcluir

Adoro receber seu comentário!